23 de febrero de 2009

Jornalismo em tempos de Carnaval

Deve ser um desafio e tanto extrair do Carnaval algo original e interessante, pois todo ano a mesmice se repete pra quem inventa de assistir TV nesses dias. É tudo igual. Os rostos, as bundas, as proteses, nada muda. É Carlinhos Brown, Gil & Caetano, a Ivete, a Cláudia, é samba no pé, suor e cerveja. É a mistura das raças e das cores, da alegria do Rei Momo, dos Filhos de Gandhi, do Maracatu, das dietas após a bebedeira, do Rio Maravilhoso, dos camarotes, dos atores e atrizes globais. Da emoção quando a bateria começa a tocar, da batucada, dos cuidados para praticar sexo seguro, das camisinhas, das marchinhas, da serpentina, ufa! Será que esqueci de algo? Esqueci sim, da onipresente e siliconada Luma de Oliveira.

No hay comentarios:

Blog Archive